quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Astronautas não comem feijão!

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Krampus...Medo no Natal!

Olha só, há muitas mitologias no mundo, mas sem dúvida alguma, essa é no mínimo assustadora. Enquanto São Nicolau(Papai Noel) dá presente para crianças no Natal no países "Alpino"(França, Alemanhã, Itália, Áustria...enfim), Krampus pune às crianças. Inclusive há desfiles nas ruas desses países com esse personagem, que corre atrás das crianças com uma vara...Horrível!!!
Dá uma olhadinha no video abaixo:


domingo, 10 de novembro de 2013

De índios e agricultores, todo mundo tem um pouco!



Olha só, hoje em dia não posso me dar ao luxo de ser "utópico" com questões sociais, sou professor de Filosofia e Sociologia, e devo ser claro em minhas opiniões sobre questões culturais. Mas há um assunto que me incomoda muito, a questão de reservas ambientais e indígenas no Brasil.  Já li de tudo um pouco e sei que Fernando Henrique e Lula deram especial atenção a essa questão, mas que nossa atual presidenta, Dilma, optou por frear essas demarcações. Sou totalmente a favor dessa "freada" dada pela presidenta, por motivos diversos que apenas essa coluna não seria espaço grande o bastante para explicar. Há 13 % do território brasileiro ocupada por Unidades de Conservação, ou seja, 75 milhões de hectares que poderiam ser utilizados para produção agrícola, trazendo benefícios para a exportação do Brasil. Não estou com isso desmerecendo a causa indígena, apenas constatando que é preciso ser mais coerente em distribuição de terras(sonho dos esquerdistas), afinal, se continuássemos no ritmo de FHC e Lula, em poucos anos teríamos toda terra produtiva federal nas mãos dos indígenas. E há também o problema de indenização aos fazendeiros proprietários de terra.

Concluindo, não estamos mais no início da colonização portuguesa no Brasil, evoluímos muito, e retrocesso só alimenta a eterna "esquerda" brasileira, cujas mentes utópicas ainda acreditam no Marxismo.  

sábado, 12 de outubro de 2013

Christiane F., ou melhor, Christiane Vera Felscherinow.



Não vou tentar explicar meus sentimentos quando assisti lá pelos meados da década de 80 o filme Christiane F. Jovem ainda fui tocado por um universo que desconhecia completamente, e não vou negar, foi hipnótico a aterrador. Não tenho certeza se deveria e podia estar no cinema, era menor de idade, mas de uma coisa eu garanto, minha opinião do mundo dos drogados se deve em muito a esse filme. Outros tempos, é verdade, hoje não indicaria aos meus filhos assistirem a esse filme, acredito que há outras formas de conhecer as desvantagens de seu uso sem o apelo cinematográfico. Mas fiquei impressionado com aquela garota, novinha, num universo da "estação Zoo"(quem assistiu ao filme sabe o que digo), regrado ao som de David Bowie e esperando sua agulha de heroína.

Mas o tempo passou, vi muitos amigos entrarem nessa onda, alguns morreram outros seguiram melhores caminhos. Mas o tempo passou e me liguei numa coisa, o que aconteceu com a verdadeira Christiane F.? Para minha tristeza descobri que ela ainda tem recaídas nas drogas, inclusive contraiu hepatite C por causa das agulhas compartilhadas, e mesmo contando com mais de 50 anos hoje, ainda não superou seus vícios, e breve estará lançando um novo livro biográfico. Gostaria que o título fosse: Christiane F., ex-drogada e vivendo bem!

Coreia do Norte não é comunista, mas talvez seja de extrema direita.



Difícil definir um país fechado para a comunicação, é o caso da Coréia do Norte, cujo maior aliado seria a URSS. Mas ha entraves nessa amizade, Lênin e Stalin não são mais reverenciados como outrora, e isso pode significar muitas coisas.  São ultranacionalistas ou ao menos de extrema direita. Acreditam em ideias nazi-fascistas como a raça superior, e seu líder Kim Jong-Il já disse declaradamente ser fã de Hitler. Se essas informações procedem é difícil dizer, afinal, são muitas portas fechadas para o Ocidente, mas suas Marchas em Pyongyang são muito semelhantes as Marchas em Nuremberg durante o período Nazista. Inclusive há um mausoléu onde o corpo de seu antigo e venerado líder, Kim Il-Sung, está exposto para ser reverenciado e lembrado para todo sempre. Idolatria e racismo juntos, não é exatamente sinônimo de liberdade! Detalhe interessante é que em muitos aspectos, esse líder morto continua atuante, influenciando decisões e ideias norte-coreanas, num país ultra-nacionalista e tendenciosamente militar, que ideias contrárias ao regime levam você a um campo de concentração e provavelmente a morte. Assustador, não é?
É difícil definir a Coréia do Norte, são fechados demais, preconceituosos demais, desconfiados demais, enfim, sua ideologia é praticamente uma caixinha de surpresa para nós, ocidentais. Não concordo plenamente com a opinião pública sobre esse país, mas é evidente que falta um compromisso da Coréia para com o resto do mundo, mostrando se são mais amigos ou inimigos. Em um mundo cada vez mais globalizado estar a margem dessa, e pior, incitar provocações militares não é exatamente o cartão de visitas que o mundo espera. 

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

GENIAL, SIMPLESMENTE GENIAL VIDEO (CARRIE)

Simplesmente genial esse video "viral" do filme Carrie. Cara, eu amei a ideia, genial, e as pessoas com medo...Nossa, muito criativo mesmo!!!

sábado, 5 de outubro de 2013

Hoje tem marmelada?



Minha indignação é com os supostos profissionais que influenciam opiniões, principalmente dos jovens, "divagando" sobre assuntos com seus "achismos"(achismo no sentido de opinar sem conhecer)! Exemplo clássico são os ditos "professores" partidários, preocupados com conceitos tão enraizados em suas vidas que não enxergam um palmo a sua frente. Protegem partidos políticos como verdadeiros cabos eleitorais desses, mas quando perguntados se leram alguma coisa sobre política, como o príncipe de Maquiavel, ou mesmo a Cultura do dinheiro, de Jameson, nunca viram e o que dirá terem lido. Mas com seus "carismas tupiniquins" verbalizam sobre política como verdadeiras assumidades, como pessoas cultas e informadas. Não conhecem de economia, pois não estudam e muito menos lêem jornais, que consideram todos(os jornais) frutos de empresários capitalistas. Usam de argumentos óbvios como: Mas antigamente era pior...!
Fica aqui minha indignação com esse "pobres" formadores" de opiniões, que não entendem e talvez nem se importem em buscar fontes e literaturas fidedignas para enraizar suas teorias. São pobres de espíritos e percebem isso, mas como atores que são, fingem deter conhecimentos. Gospem palavras sem meditar, e pior, repetem falas e argumentos que não entendem e não buscam compreender.
Faço minhas as palavras de Rui Barbosa: De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.

Ou seja, meus caros leitores, sinto vergonha de mim!

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

CHEGA DE FRACASSO: QUERO SER PARTE DOS 100


É incrível, mas todo mundo acha que tem "gabarito" ou "capacidade" de analisar o que está errado na educação, e pior, muitos dão ouvidos a essas pessoas. Mas quando um professor fala sua opinião, poucos ouvem. Essa minha indignação é porque não entendo a desvalorização do "profissional professor", até mesmo em sua própria área.
Uma informação para o leitor, segundo "Times Highs Education", nenhuma faculdade brasileira entrou para o "Hall" das 100 melhores faculdades do mundo. Está certo que a USP em 2012 ficou em 70º, mas esse ano nenhuma faculdade emplacou!
Tudo bem que a maioria das faculdades são americanas, mas há também faculdades Francesas, Suíças, Norueguesas, de Israel e da Alemanha. É levado em conta vários critérios como ensino, pesquisa, educação, presença internacional entre outros critérios, então, o que houve?

Simples, estamos engessados numa educação "Tupiniquim" que valoriza critérios estranhos e não a meritocracia, além de uma formação com excesso de dados educacionais que tornam o estudo enfadonho. Não temos foco e nem objetividade. Precisamos estruturar toda formação, do ensino fundamental ao universitário, mas antes, devemos nos espelhar no que há de melhor no mundo, e acabar de uma vez por todas com esse papo furado que não podemos nos comparar com outros países. Buscar o quê há de melhor no mundo, adaptá-lo para nossa realidade e inserir o "triplo" de recursos que investimos hoje na educação, e isso quer dizer dinheiro, melhor, muito dinheiro. E claro, melhores salários aos professores, dando condições a esses profissionais de darem continuidade a seus estudos acadêmicos, para que se tornem doutores em suas áreas. Chega de infantilizar nossas capacidades, está mais do que na hora de um investimento com projeto a longo prazo, focando num desenvolvimento que faça da escola pública e particular, exemplos de formadores profissionais, que colocarão jovens em faculdades bem estruturadas e com corpos docentes de dar inveja aos países de altos IDH's. Mas é preciso começar a olhar os vencedores, suas metas e caminhos...O quanto antes!

Professor Samir Lahoud (História/ Sociologia e Filosofia).

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

STF decide possibilidade de novo julgamento




O ministro Celso de Mello desempata a disputa que decide se 12 réus do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF) terão direito a usar um recurso chamado embargo infringente, que garante novo julgamento para condenações por placares apertados, com pelo menos quatro votos pela absolvição. Na sessão passada, votaram a favor dessa possibilidade os ministros Luís Roberto Barroso, Teori Zavascki, Rosa Weber, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski. Foram contra Joaquim Barbosa, Luiz Fux, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello.
Fonte: http://aovivo.folha.uol.com.br/2013/09/18/2810-aovivo.shtml

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS - FILME

"A menina que roubava livros", o autor Markus Zusak anuncia o primeiro trailer oficial da adaptação cinematográfica do clássico. 


segunda-feira, 19 de agosto de 2013

POLÍTICA E MEDICINA: DÁ CERTO SIM!!!



Venho hoje dizer, melhor, pedir aos nossos vereadores e ao próprio prefeito, Comeron, que movimentem suas capacidade políticas em prol da criação de uma faculdade de medicina. Os motivos são vários:
1ª A cidade comporta tal instituição, inclusive, as cidades vizinhas seriam a longo prazo nossos futuros candidatos as vagas dessa faculdade;
2º A cidade, obviamente, cresceria em hotelaria e no próprio comércio, afinal seriam alunos de todas regiões interessadas;
3ª Parcerias com empresas locais seriam bem vindas, para criação de leitos necessários com investimentos dessa (abatimento em impostos ou coisa similar para as empresas e etc.);
4ª O político associado a criação dessa teria a confiabilidade eterna dos cidadãos itapevenses, como um político do futuro, com visões e compromissos com a cidadania e com a cidade;
5ª Jovens teriam oportunidades melhores de ingressar numa área que por "si só" já é difícil, tornando o custo de tal formação mais razoável, pois estariam em suas casas estudando, sem o ônus de viver numa cidade grande e distante;
6ª Não há ônus para o município, o que há é crescimento a longo prazo, com promessas futuras de melhores qualidades de atendimentos médicos para a cidade e vizinhanças. Não podemos imaginar lucro imediato, pois o município irá ganhar a longo prazo com o crescimento natural do comércio local alavancado pelos estudantes que virão;
7ª Outras faculdade direcionadas a biológicas terão motivações para criarem extensões aqui, em nossa cidade, além dos interesses de grupos farmacêuticos e laboratoriais, inclusive, podendo haver negociações com esses em relação a leitos;
Poderia passar mais tempo aqui escrevendo "vantagens e vantagens" da criação de uma faculdade em nossa cidade. Mas acredito que nossos políticos precisam entender que será um benefício a longo prazo, extremamente importante, que fará com que Itapeva se torne "vista" no mapa político estadual, talvez até federal. Fica aqui minha vontade de fazer parte e meu anseio social que nossos representantes não meçam esforços para tal empreitada.

Uma bela frase de Abraham Lincoln define minha opinião: Não sei o que foi meu avô. Estou muito mais interessado em saber o que será meu neto.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

ED WOOD...O PIOR E MAIS GENIAL DIRETOR DE CINEMA!


Tenho um pouco de vergonha em dizer isso: Assisti hoje o filme Ed Wood, de Tim Burton!
Vergonha por ter esperado tanto tempo para assistir a esse belo exemplo de cinema entretenimento. A abertura da peça teatral dirigida por Ed(Johnny Deep) é genial, dantescamente kafikaniana! Inclusive o fato de estar em preto e branco, a película colabora para a nostalgia "Trash" do filme, que as vezes lembra em muito aqueles filmes "Z" da década de 30.  O encontro com Bela Lugosi(Martin Landau) é fantástico, nada mais apropriado que Lugosi deitado em um caixão, símbolo máximo de seu eterno personagem Drácula, que  inclusive nos remete a uma poesia cinematográfica que já não existe mais, os filmes clássicos de terror!
Ha um momento em que Ed e Lugosi estão juntos assistindo a um programa de terror, com uma locutora sex vampira, então, Bela começa a fazer gestos de "hipnotismos" em direção a TV, logo imitado por Ed que pergunta como ele faz aquilo com as mãos, e sua resposta: Tem que ter boas articulações e ser Húngaro...Totalmente hilário.
Triste ver também o fim de carreira do mito Lugosi, mas ao mesmo tempo é reconfortante ver que Ed viu um sopro de esperança naquele velho ator, que outrora assustou o mundo com seu olhar vampiresco. Acompanhamos os últimos dias de Lugosi, cada vez mais debilitado, quase em seu verdadeiro fim!
Ed Wood é uma aula de cinema, e apesar do conceito trash não se engane, há momentos únicos lá, como a conversa da personagem secretária que deveria ser a principal atriz com a principal que deveria ser a secretária. Não entendeu, é que só assistindo mesmo!

Valeu cada minuto!!!

sábado, 3 de agosto de 2013

Duas apresentações infantis de dança fantásticas no America’s Got Talent

O MELHOR BRINDE DE CASAMENTO

As mentiras verdadeiras da INTERNET



Olhem só, a internet é maravilhosa, podemos encontrar todas as informações e imagens que necessitamos para uma pesquisa, e isso é fato. Mas ainda há certas pessoas nesse mundo que não entendem a palavra "fonte de pesquisas". Quando resolvemos obter uma informação a cerca de qualquer assunto devemos, a princípio, buscar sites especializados nesses assuntos, e não apenas no contentarmos com os famosos sites de entretenimento. Não vá em busca de conhecimento acadêmico em sites de games, não é o local correto, acreditem!
Mas a ironia são as pessoas que comentam postagens ditas científicas, e fazem isso acusando as escolas de ensinarem tudo errado, e pior, agradecem as informações desses "sites". Ah, fala sério!!! Nem mesmo a grande Wikipédia é digna de confiança, afinal, ela pode ser modificada por qualquer pessoas interessada.

Use a internet, mas saiba a importância das "fontes de pesquisas", para não cair na cilada de alguns pretensos sites intelectuais. 

Coca-Cola lança garrafa de gelo



Certamente não é um produto destinado para o Brasil. Pelo menos não enquanto a onda de frio não deixar o País. Mesmo assim, a mais nova iniciativa da multinacional Coca-Cola chama a atenção por conta da originalidade. A marca de refrigerantes acaba de lançar uma garrafa feita de gelo, que segundo a companhia preserva a bebida gelada até a última gota.

Fonte: http://pme.estadao.com.br/noticias/noticias,coca-cola-lanca-garrafa-de-gelo-que-derrete-conforme-a-bebida-e-consumida,3231,0.htm

Herói de verdade impede roubo de carro



O que parecia uma cena de história em quadrinhos se tornou realidade. Em Seattle, nos Estados Unidos,um homem estava prestes a ter seu carro roubado quando um homem fantasiado de super herói impediu o crime perseguindo e capturando o criminoso.
Identificado apenas como "Phoenix Jones", o homem de 22 anos foi interrogado pela polícia e até mesmo compareceu à delegacia fantasiado. A polícia local disse que o candidato a herói teve sorte de não ser baleado. 

terça-feira, 30 de julho de 2013

Livro revela atestado de loucura do artista Bispo do Rosário e sua carreira de lutador



Um detalhe chama a atenção no primeiro prontuário médico escrito sobre Arthur Bispo do Rosário. Descrito como "calmo, de olhar vivo", com "ares de importância" e "fisionomia alegre", o paciente também podia associar "ideias com extravagância".
Não parece o diagnóstico de um louco, mas esse documento atestou loucura suficiente para que o artista sergipano, que morreu aos 80, em 1989, ficasse internado primeiro no hospício da Praia Vermelha e mais tarde na Colônia Juliano Moreira, no Rio.

domingo, 28 de julho de 2013

O PAPA É POP, E ESTÁ NA GLOBO!



Impressionado e felicíssimo com a entrevista cedida a Rede Globo de televisão, do Papa Francisco. Sua sensatez e lucidez são exemplos a serem seguidos por todos nós, cristãos católicos ou não. Sua capacidade de falar de política e religião sem cair na obviedade é fantástica, além de conciliadora. Há muito tempo não via um "Papa" com tamanha sociabilidade e compaixão, que vive o quê prega. Me perdoe o "Papa Bento XVI", mas Jorge Mario Bergoglio é o "Papa"!

A entrevista foi bem conduzida, com perguntas pertinentes e respostas simples e complexas ao mesmo tempo, mas associadas com um bom toque de amor e, quem diria, humor. Francisco, ao meu ver, é um homem simples, de pés no chão, que entende o sofrimento alheio e se preocupa com cristãos do mundo. Graças à Deus, um Papa real, vivo, e não uma figura de "correspondência". E nessa ERA de Facebook, esse é o homem certo no lugar certo. E carpe diem para todos nós!

quarta-feira, 24 de julho de 2013

O Papa não é um "quadro".



A escolha de um líder nunca é tarefa fácil, principalmente porque há múltiplas emoções envolvidas numa escolha. Também tem as questões políticas, sociais e no caso de uma Igreja, a católica, escolher um novo Papa foi tarefa extremamente cautelosa. Os motivos disso foram vários, afinal, não estamos exatamente no melhor momento dessa. Mas escolher Francisco foi no mínimo de uma sensatez e racionalidade simplesmente incríveis, pois é a pessoa certa para corrigir os diversos problemas que assolam a Igreja. A começar pela origem, pois como todos sabem, é o primeiro papa do continente americano, além de ser o primeiro jesuíta a se tornar papa, e isso faz toda a diferença, pois é um "homem" que vive socialmente o que prega em um ambiente que nem sempre isso acontece. É claro que dentro da Igreja haverá aqueles, poucos, que não concordam com as quebras de protocolos do novo papa, mas a esses nem podemos nos importar, pois se incomodam até mesmo se o papa não está usando os sapatos vermelhos ou o crucifixo de "ouro". Esse é o Papa de Jesus, o Papa de Francisco, o Papa para a grande massa de católicos pobres, que vivem a desesperança, que necessitam de uma ajuda espiritual que esteja mais próximas delas. Não precisam de um papa "quadro", aquele que serve unicamente como uma figura de exposição, alienada aos problemas sociais mundiais.

Em muitos anos, ao meu ver, voltamos a uma igreja feita de homens, simples e comprometidos com causas que me afetam, e com certeza, afetam a grande maioria dos católicos. O senhor Jorge Mario Bergoglio, ou simplesmente Francisco, é de fato o "meu Papa". 

terça-feira, 23 de julho de 2013

Super herói brasileiro...BOM DEMAIS!

Poucos cineastas brasileiros ousam se arriscar na ficção, mesmo depois do avanço da tecnologia e do barateamento dos equipamentos.
Má há indícios de que esse desprezo pelo gênero pode mudar, já que alguns jovens estão ganhando destaque internacional nesse terreno arenoso da ficção científica.
O principal trabalho do tipo é o curta-metragem "The Flying Man", escrito, dirigido e financiado pelo brasiliense Marcus Alqueres, 34, que fez desenho industrial na UFRJ e há oito anos trabalha fora do país como animador. Outros brasileiros fizeram parte da sua empreitada: o roteirista Henry Grazinoli, o animador João Sita e o compositor Roger Lima, que fez a trilha sonora.




Segundo o jornal virtual ESTADÃO, na apresentação do papa Francisco, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, cumprimentou o pontífice no palco, mas não a presidente Dilma Rousseff. Durante a cerimônia, o ministro só não foi mais aplaudido que o próprio papa.



Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,joaquim-barbosa-ignora-presidente-,1056281,0.htm

sexta-feira, 19 de julho de 2013

quinta-feira, 18 de julho de 2013

CAMA que se auto arruma...Veja o video!

Sabe aquela preguiça enooorme que dá – depois da longa briga para levantar da cama (principalmente no frio) – de esticar o lençol e deixar tudo arrumadinho? Pode dizer adeus a ela!
E antes que pergunte, não, você não vai deixar tudo embolado e largado.
Eis que inventaram a cama auto-arrumável. Isso mesmo, ela se arruma sozinha. Pode parecer loucura mas não é, na verdade é bem simples. Olha só como funciona:



Fonte: www.284brasil.com

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Dois carros pelo preço de um



Elie Chauvin não pretendia comprar um carro novo quando parou na revendedora local da Hyundai. Mas o construtor aposentado acabou saindo com dois carros pelo preço de um.

A oferta promocional feita em Nîmes, na França - na compra de um utilitário Crossover ix35, você leva um mini i10 pelo valor de € 1 - é mais uma prova de que a Europa é um paraíso para o comprador de carros e um pesadelo para as montadoras. "Foi a oferta que recebi", disse Chauvin. "Eu não teria nem trocado o carro. Não agora."

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,na-europa-dois-carros-pelo-preco-de-um,1053890,0.htm

segunda-feira, 15 de julho de 2013

ASSUSTADOR: Precisamos Falar sobre Kevin, o filme.



Já assisti a filme apavorantes, como "O exorcista" ou o "Iluminado", mas ambos eram grandes histórias de ficção, e nada mais. Mas fui pego de surpresa com esse filme, "Precisamos falar sobre Kevin", da diretora Lynne Ramsay,  baseado no romance/pesquisa de Lionel Shriver, livro de título homônimo. Inclusive, já estava interessado em comprar esse livro, não tenho mais dúvidas, vou comprar.

A história é até bastante simples, mas apresentada em flashbacks como um verdadeiro quebra-cabeças que a princípio torna o filme meio irritante, mas a medida que vamos sendo apresentados ao "pequeno Kevin" e sua mãe, interpretada pela ótima  atriz Tilda Swinton, impressionante como Eva, o filme toma outro ritmo

Um filme de teor psicológico, com muitos fundamentos filosóficos e sociais, que coloca em dúvidas a capacidade de "qualquer pessoa" poder educar uma criança. O casal do filme é exatamente como muitos de nós, brigam, amam, nesse caso vivem bem financeiramente, mas têm suas frustrações que não são sanadas no devido tempo, pior, educam com excesso de permissividade e falta de controle que tornam o pequeno príncipe, Kevin, um verdadeiro Hannibal Lecter de violência. Muitas cenas em ambientes vermelhos, numa clara indicação de grandes sintomas de transtornos psicológicos das personagens. Não se engane, não é um filme para a galera do "Silêncio dos Inocentes" ou Hollywoodianos, está mais para Elefante de Gus Van Sant, um verdadeiro drama familiar com requintes de crueldade.

Segundo alguns sites, a escritora Shriver estudou diversos casos verídicos para criar sua história do assassino serial Kevin, e Lynne levou uma hora e cinqüenta para que nós concluíssemos que: Todo psicopata, ou a maioria ao menos, nasce de uma educação doente, de pais permissivos e doentes, que não assumem responsabilidades e nem cumprem suas obrigações( e não são poucas ), de serem verdadeiramente pais.

Se vocês concordam ou não com isso é trivial no desenvolver do filme, pois ele é claro como nuvem nesse quesito, mas assustador como só a violência consegue ser. E não foi preciso nenhuma cena explícita para apavorar, a simples família de Kevin já faz o bastante.


Terminei o filme com uma certeza...Comprar o livro!!!

DC anuncia versão futura da Liga da Justiça




Justice League 3000 vai contar com os principais super-heróis da DC. Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Flash, Lanterna Verde… Todos lá. O desafio na hora de escrever a história é bem maior. Surge a necessidade de ser mais icônico. “Essa revista… Nós temos os grandões!”, comemorou o Giffen em entrevista ao CBR News.
Como o nome indica, a HQ se passa daqui mil anos, ou seja, no século XXXI, o mesmo da Legião dos Super-Heróis. “Eu amo o século XXXI”, resumiu o roteirista. Além disso, o gibi se passará dentro da atual continuidade pós-reboot, de Os Novos 52.
De certa forma, Justice League 3000 chega para preencher a lacuna deixada pelo gibi da Legião, que foi cancelado.

Fonte: rquadrinhos.blogspot.com

sábado, 13 de julho de 2013

Leandro Erlich em Londres.




O artista argentino Leandro Erlich produziu uma instalação pública em Londres capaz de deixar qualquer um relativamente perturbado, ainda que seja apenas por vídeo ou foto.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Muda Brasil, Brasil muda!



Fico imaginando quais as possibilidades de eu me tornar um dia, remoto, partidário de algum partido político, mas isso parece ao menos hoje, quase impossível. O Brasil passou por tantas que não consigo imaginar uma representação fiel aos meus pensamentos ideológicos. E nem sou tão exigente, só exijo realmente três coisas de um partido, mas que nunca encontro:
1º- Total honestidade de seus integrantes(Rsrsrsrs...Sei que é Utópico, também dei risadas);
2º- Não tornar a política uma profissão(Rsrsrsr...Isso tá ficando cada vez mais hilário, eu sei);
3º- Foco principal do partido seja a "educação" e a "saúde"(Kkkkkkk...Eu sei, eu sei);
Mas fazer o quê, sou um sonhador, afinal, sou professor.
Seria interessante entender que meus desejos não são fantasiosos, apenas não são possíveis nos dias de hoje, na nossa política atual. Não sei se haverá um dia essa transparência que tanto almejo, mas minha visão social me diz que o contrário entrará, como já estamos vendo, em colapso total. Não é possível viver de propaganda enganosa o tempo todo, a sociedade se alimenta, se veste, fica doente, vai ao mercado e enfim, consome diariamente, assim, seu poder aquisitivo de compra está diretamente associado a condução política atual. Em algum momento as pessoas agem, e não apenas com passeatas, mas com violência e depredação, como resultado de indecorosas políticas que criam verdadeiras máfias governamentais.
Se me perguntarem qual a solução dessa bagunça, sempre direi, às urnas. Mas não adianta votar em candidatos que representam seus partidos ou a eles mesmos, votemos em homens de históricos de caráter, de construção social pluralista, que vejam a política como meio para ajudar a sociedade a crescer. Não votemos em candidatos jogadores oportunistas, ou candidatos palhaços oportunistas, mais ainda, não votemos em candidatos que confundem as urnas com suas igrejas e templos, mas votemos em homens dignos, de mentalidades abertas, que sejam claramente voluntários.

O Brasil está cansado dessas corrupções eternas, mas nós também temos que policiar a sociedade, que fura a fila, que joga lixo no chão, que vandaliza patrimônios alheios. Brasil precisa mudar, mas deve começar por nós mesmo. Muda que o Brasil muda também! 

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Ursinho de pelúcia misterioso


Animal foi deixado ao lado de foto de 1918 em que ele próprio apareceria.
Aeroporto de Bristol divulgou história para tentar achar dono do ursinho.

Autoridades do aeroporto britânico de Bristol estão tentando decifrar um mistério: um antigo ursinho de pelúcia foi esquecido na sala de embarque, ao lado de uma fotografia datada de 1918 em que, aparentemente, o mesmo urso aparece.
Na foto, em branco e preto, aparecem duas crianças. No verso, está escrito: "para nosso querido Papai" e "com amor, de sua amada filha e Sonia".
A anotação está assinada por Dora, que seria uma das crianças, e Glyn, que, segundo o pessoal do aeroporto, seria o nome do urso.
O urso, que foi apelidado de "Urso de Bristol", está um pouco danificado.
O pessoal do aeroporto divulgou fotos do urso e da antiga fotografia para tentar descobrir quem é o seu dono.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

AMERICANO GANHA A VIDA COMO APONTADOR DE LÁPIS



MILÃO - Bizarro, excêntrico, insensato, louco e genial. Esses são os adjetivos (ao menos os publicáveis) que costumam acompanhar o nome do ex-cartunista americano David Rees. Tem sido assim desde que ele decidiu abandonar o desenho e enveredar pela carreira de apontador de lápis profissional. Pois é, essa profissão existe.


David era um bem-sucedido humorista político nos Estados Unidos, criticando o governo de George W. Bush desde os atentados de 11 de setembro. Mas os quadrinhos “Get Your War On”, publicados no site de David, chegaram ao fim com a vitória de Barack Obama nas eleições americanas de 2008.

— Não tinha mais o personagem Bush para brincar, e eu queria fazer algo menos intelectual e mais manual — justifica.

A paixão pelo lápis não é recente. Afinal, esse era o principal instrumento de trabalho de David como desenhista. Mesmo assim, após aposentar sua coluna satírica, ele buscou emprego como recenseador. Quem diria, o cartunista passou a ter como rotina diária o preenchimento de formulários — coisa que fazia, claro, sempre munido de um lápis e um apontador.

— Foi como voltar no tempo. A sensação era a mesma que sentia quando ia à escola — explica David. — Assim que acabei o recenseamento decidi abrir meu próprio negócio: apontar lápis.

O novo empreendimento levou algum tempo para ser colocado em prática. David estudou, especializou-se em várias técnicas para apontar lápis. Quando colocou no ar o seu novo site, muita gente achou que fosse brincadeira.

— Houve quem me escrevesse dizendo que era uma porcaria, para não falar dos impropérios impublicáveis — conta um sorridente apontador, que hoje tem ateliê no Vale do Hudson, estado de Nova York.

Os primeiros clientes de David foram amigos que trouxeram outros amigos e, assim, a troca de informações rápida das redes sociais foi fundamental para o apontador de lápis. Mas se a tecnologia foi necessária para divulgar o trabalho (e não é assim para todo mundo, hoje?), David trabalha com ferramentas que já existiam muito antes de qualquer PC: uma maleta repleta de apontadores, estiletes, lâminas, apontadores a manivela, chaves de fenda, lixas, uma tesourinha e, claro, muitos lápis — a maioria desses são os amarelos número 2.

— Um dos meus primeiros clientes foi um casal que vivia em uma fazenda no interior dos Estados Unidos. Fui convidado a participar de um evento beneficente organizado por eles. Fiquei para almoçar e apontei uma grande quantidade de lápis alemães que eles tinham guardados — lembra o apontador profissional, que finaliza sua obra afiando com uma lixa ainda mais a ponta dos lápis.

A fama de artesão se espalhou pelo país e, hoje, David aponta os lápis da escritora americana Elizabeth Gilbert, autora do best-seller “Comer, Rezar e Amar”, e do cineasta Spike Jonze, diretor de “Quero ser John Malkovich”.

— Entre meus clientes há artistas, professores e mães que querem que os filhos cheguem ao primeiro dia de aula com lápis perfeitos. Mas há quem veja meus lápis como esculturas e prefira exibi-los na prateleira — conta, explicando que designers e artistas preferem lápis mais macios como o 2B. Já engenheiros e arquitetos são adeptos do 2H.

David cobra entre US$ 35 (EUA) e US$ 40 (exterior) para apontar lápis. E os entrega em tubinhos de plástico e com certificado de garantia.

Bons grafites e cedro vermelho: fundamentais

Tempo e paciência são fundamentais para um processo artesanal. A pressa — também para apontadores de lápis — é inimiga da perfeição.

— É um trabalho que requer dedicação, um bom produto e muita atenção. Às vezes chego a levar 45 minutos para apontar um só lápis — diz David, que utiliza somente os lápis amarelos número 2 da General Pencil, uma empresa familiar de Nova Jersey, que está no ramo há mais de 100 anos. — A qualidade do produto é muito importante. Os melhores são feitos com bons grafites e cedro vermelho. E quanto mais antigo melhor — explica.

Aos 40 anos — ele atua há três como apontador profissional — David decidiu publicar um livro em que ensina os segredos de sua profissão. E ele deve realmente entender do que se trata, já que tem uma coleção com mais de 10 mil lápis, muitos rigorosamente apontados.

“How to sharpen a pencil” (Como apontar um lápis, na tradução literal) é uma verdadeira enciclopédia que pretende explicar ao leitor como escolher um bom lápis, o tipo de ponta, qual o melhor apontador, e pode acreditar, traz uma infinidade de dicas e críticas. “Lapiseiras, por exemplo, são uma porcaria. Assim como são muito ruins os lápis fabricados na China”, escreve David no livro.

Há também capítulos dedicados integralmente a como distinguir um bom lápis e como evitar a “insuportável” quebra interna do grafite. Eis a dica: “Comprar um lápis de qualidade e apontá-lo delicadamente, sem pressa. Não desista facilmente se a ponta quebrar.... Vale a pena insistir”.

Nos últimos três anos David já apontou cerca de 1.630 lápis. Coisa pouca é bobagem.

Americanos preferem os modelos com borracha

A devoção de David Rees por seus lápis já foi comparada a do escritor britânico Roald Dahl, autor de “A fantástica fábrica de chocolate”, que, para iniciar suas obras, precisava se munir de exatos seis lápis amarelos número 2.

— O lápis faz parte da memória de quase todos nós. É um instrumento de comunicação. O cheiro, a textura, a forma. É também democrático, pois custa pouco — filosofa o apontador, que pretende expandir seus negócios para outros países. Para isso ele estuda as características e as preferências do mercado.

— Os europeus são adeptos dos modelos simples. Já os americanos gostam mais do lápis com ponta de borracha inventado, em 1853, por Hymen Lipman — esclarece David, que parece acreditar que seus compatriotas erram mais ao escrever que os vizinhos do Velho Continente.

Erros à parte, a devoção ao lápis parece ser americana. O país até criou uma data nacional comemorativa: 30 de março. Alguém falou em excentricidade?


Leia mais sobre esse assunto em http://ela.oglobo.globo.com/vida/americano-ganha-vida-como-apontador-de-lapis-profissional-8497218#ixzz2XoF1HPwm
Copyright © 2013 O Globo S.A.

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Pôster animado do filme Carrie, a estranha!

Eu...Superman

A Warner lançou uma campanha de marketing seguindo a trilha de Game of Thrones, onde você pode criar o emblema familiar que você usaria caso fosse o Superman.

Link para fazer: http://glyphcreator.manofsteel.com/

segunda-feira, 20 de maio de 2013

INFERNO...Dan Brown

Desde que O Código da Vinci se converteu no romance mais vendido da História, Dan Brown criou seus próprios códigos. Religião e arte tornam a se encontrar sob o olhar ousado de Robert Langdon em Inferno (Arqueiro), que chega hoje às livrarias brasileiras com uma primeira edição na versão de papel de 500 mil exemplares. Mas o autor reivindica a compatibilidade entre complexidade e best-seller.


FONTE: http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,o-novo-best-seller-de-dan-brown-,1033633,0.htm

quinta-feira, 11 de abril de 2013

"De volta para o futuro" é possível???


Se você está pensando em fazer uma viagem, mas odeia o tempo gasto em aeroportos e traslados, fique tranquilo. Talvez você possa inovar nas próximas férias. Isso, claro, se o que o iraniano Ali Razeghi afirma fizer algum sentido.


Vamos aos fatos: o cara é cientista, desses de verdade mesmo, trabalha para o Centro de Invenções Estratégicas do seu país e anunciou, recentemente, a criação de uma máquina do tempo. Mas calma! Você não vai poder bancar o Christopher Lloyd e dar um pulinho em algum lugar do passado. Simplesmente porque se trata de uma máquina que viaja para o futuro, apenas.Ou não. De acordo com o autor da invenção, a viagem não é assim tão simples, pois a máquina não pode levar alguém até o futuro, mas pode trazer o futuro até alguém. Quê? Pode isso, Arnaldo? Bom, se pode, ninguém sabe, ninguém viu, mas Razeghi afirma que ao utilizar algoritmos complexos a máquina pode predizer a vida de uma pessoa de cinco a oito anos, com 98% de precisão.

Mais informações: http://www.megacurioso.com.br/invencoes/36165-de-volta-para-o-futuro-cientista-iraniano-diz-ter-criado-maquina-do-tempo.htm

quarta-feira, 13 de março de 2013

Igreja já tem novo papa


A Igreja Católica já tem um novo líder. A chaminé da Capela Sistina passou a liberar fumaça branca às 15h05 (de Brasília), indicando que os 115 cardeais reunidos desde ontem chegaram a um nome para liderar a Igreja. O nome do escolhido ainda não foi anunciado, mas os sinos do Vaticano soaram em seguida confirmando que a decisão foi tomada. Uma multidão de fiéis aguarda o anúncio do novo papa na Praça São Pedro.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,chamine-libera-fumaca-branca-igreja-ja-tem-novo-papa,1008203,0.htm

segunda-feira, 11 de março de 2013

Liga da Justiça pela Pixar


Não, não foi dessa vez que a Pixar, Estúdio que criou clássicos como Toy Story, Os Incríveis e Procurando Nemo, criou uma animação com os Maiores Heróis do Mundo.

O artista estadunidense Daniel Araya desenhou Superman, Batman, Lanterna Verde e Mulher Maravilha no traço característico da empresa de animação. O resultados vocês podem conferir abaixo:





Fonte: http://quadro-a-quadro.blog.br/?p=17271

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Comercial "ressuscita" Audrey Hepburn e provoca debate sobre uso de imagem

Vinte anos após sua morte, a atriz viaja de ônibus pela costa italiana, enquanto tira um chocolate de sua bolsa e observa um homem na rua. Como trilha, "Moon River", música cantada por ela em "Bonequinha de Luxo" (1961).
Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/1238258-comercial-ressuscita-audrey-hepburn-e-provoca-debate-sobre-uso-de-imagem.shtml

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

VOCÊ SABIA QUE BROOKE SHIELDS JÁ FOI A MULHER MARAVILHA?






A eterna musa de filmes como Lagoa Azul e Pretty Baby tem em seu currículo uma obscuro papel como Mulher Maravilha.
Brooke Shields foi estudante na Universidade de Princeton e era membro de grupo de teatro musical chamado The Princeton Triangle Club. Em fotos do ano de 1986 ela aparece com o popular uniforme usado pela heroína durante décadas.Embora não se tenha mais informações sobre o papel, as imagens mostra a atriz bem a caráter no espetáculo "Banter Star Spangled".
Fonte: http://rquadrinhos.blogspot.com.br/search?updated-max=2013-01-22T19:53:00-03:00&max-results=20&start=100&by-date=false

A Morte do Demônio ganha novo pôster


A Morte do Demônio ganha novo pôster


domingo, 24 de fevereiro de 2013

ANNE HATHAWAY, de Os Miseráveis, como a MELHOR ATRIZ COADJUVANTE


Empate na categoria EDIÇÃO DE SOM. “A Hora Mais Escura” e “Skyfall”


“Searching for Sugar Man” é eleito o MELHOR DOCUMENTÁRIO


O prêmio de MIXAGEM DE SOM foi para Andy Nelson, Mark Paterson e Simon Hayes, que trabalharam no filme OS MISERÁVEIS.


"Valente" leva Oscar de melhor longa de animação


"As Aventuras de Pi" vence Oscars de fotografia e efeitos visuais


"Amor", de Michael Haneke, leva o Oscar de melhor filme estrangeiro


Christoph Waltz leva o Oscar de melhor ator coadjuvante por "Django Livre"


"Paperman", da Disney, fica com o Oscar de melhor curta de animação


Jessica Chastain no OSCAR 2013


Zoë Saldaña no OSCAR 2013